Primeira Parte

Criando o Storage iSCSI

Vamos lá, primeiramente logue com o usuário "root" na interface Web.

Depois vá em: Serviços → SSH

Na janela que irá aparecer, marque a opção "Logar como root com a senha", como mostra a imagem abaixo. Depois clique em "OK" para salvar as configurações.


Depois clique em "Serviços" e habilite o serviço de SSH, como mostra a imagem. Isso é necessário para criarmos o arquivo que irá fazer referencia ao volume que iremos criar:


Bem, nessa parte iremos criar o volume.

Clique em: Armazenamento → View Volumes → Gerenciador de Volumes

Na janela que aparecer, dê um nome ao volume, no meu caso, dei o nome de "STiSCSI". Selecione os dois discos de 20 GB para podermos criar o espelhamento (RAID 1), depois selecione o tipo de arquivos UFS.

Selecione a opção "mirror" para criar o espelhamento, depois é só clicar em: Adicionar Volume


Depois de seu volume criado, a tela ficará da seguinte forma:


Agora precisamos criar o arquivo que irá fazer referência ao volume criado, acesse o servidor FreeNAS por SSH, loque como root mesmo, insira a senha que você modificou anteriormente, acesse o diretório do volume criado. No meu caso, está em /mnt/STiSCSI/, depois crie o arquivo com o comando abaixo:

# cd /mnt/STiSCSI
# touch STiSCSI.file


Agora pode sair do servidor e lembre-se de desabilitar a opção de logar como root, isso é muito importante, se quiser pode desativar o serviço de SSH também. Abaixo, segue a imagem dos passos descritos:


Agora que nosso volume está criado, precisamos habilitar o serviço de iSCSI. Para isso, clique em "Serviços" e habilite o serviço, depois de habilitá-lo, clique na ferramenta ao lado para iniciarmos o processo de configuração do serviço:


Clique em: Portais → Adicionar Portal

Na janela que aparecer, selecione a interface 0.0.0.0 para o serviço escutar em todas as interfaces, ou você pode adicionar um IP específico para o serviço escutar. Mas em nosso caso, iremos colocar no "0.0.0.0" mesmo, a porta padrão é "3260", não há necessidade de mudarmos.

Escreva algum comentário para referenciar essa opção, caso queira, e clique em OK para salvar.


Configurando o iniciador

Agora iremos configurar o Iniciador.

Para isso, clique em: Iniciadores → Add Initiator

Na janela que aparecer, você pode deixar ALL nas duas opções, ou você pode definir as redes que poderão conectar-se em seu Storage. Em nosso caso, deixaremos "ALL" mesmo, depois clique em OK para salvar:


Nesse ponto iremos criar a Target.

Para isso, clique em: Targets → Adicionar Target

Na janela que aparecer defina um nome para a Target. No meu caso, coloquei "Storage-iSCSI", depois defina o Portal criado anteriormente e o Iniciador. Feito isso, clicamos em OK para salvar:


Aqui adicionaremos o arquivo Extent.

Clique em: File Extent → Add File Extent

Na janela que aparecer, defina um nome para o Extent. Em meu caso, coloquei "Storage", defina o caminho do arquivo criado anteriormente via SSH, clique em "Browse" e selecione o arquivo. O tamanho do Extent, em nosso caso, será de 19 GB, pois o volume criado teve tamanho máximo de pouco mais que 19 GB, dê OK para salvar:


Esta é a última parte, associaremos o Extent criado com a Target.

Para isso, clique em: Destinos associados → Adicionar Extent para o Target

Na janela que abrir, selecione o destino que, em nosso caso, é "storage-iscsi" e o Extent, que é "storage". Se você definiu outros nomes para o Extent e para o Target, os nomes aqui também serão diferentes, feito isso dê OK para salvar: